skip to Main Content
+55 11 3884-5235 / 3885-3083

Ensino especializado para alunos com dislexia? Entenda:

colégio para alunos com dislexia

O colégio para alunos com dislexia deve utilizar estratégias diferenciadas e focadas na disfunção

Dislexia é a dificuldade no reconhecimento de símbolos gráficos e de suas relações com os fonemas, atrapalhando o desenvolvimento da capacidade de leitura. Entretanto, não é considerada uma doença, mas uma característica genética presente em de 5% a 17% da população mundial. 

É possível perceber alguns sinais desse transtorno antes mesmo da escolarização, como o desenvolvimento tardio da oralidade e o atraso na coordenação motora. Normalmente, o diagnóstico é feito em fase de alfabetização, na qual a criança começa a apresentar dificuldades na leitura, na escrita e na compreensão do que leu em voz alta. 

O acompanhamento escolar torna-se necessário para que a criança possa desempenhar suas atividades com segurança e tranquilidade. 

 

Dislexia: sinais de alerta

Outros possíveis sinais também podem ser um alerta e requerem atenção dos pais e educadores:

  • Dificuldades em copiar informações de livros ou da lousa;
  • Conhecimento limitado de rimas (sons iguais no início e no fim das palavras);
  • Dificuldade para distinguir esquerda e direita;
  • Desorganização geral e perda dos pertences.

 

Como deve ser o trabalho pedagógico em um colégio para alunos com dislexia?

No Colégio Winnicott, trabalhamos com o desenvolvimento de um trabalho pedagógico especializado em dificuldades de aprendizado, com professores preparados e atualizados. 

Utilizamos recursos e estratégias em sala para proporcionar um ensino adequado e direcionado a crianças com dislexia:

  • Disponibilização de recursos visuais (gráficos, quadros e desenhos) ao ensinar conceitos verbais;
  • Envolvimento dos estudantes em atividades antes da escrita (reflexão sobre as ideias e palavras que pretendem usar, ajudando a “materializar” estas ideias);
  • Disponibilização de informações suficientes para que possam trabalhar de forma autônoma;
  • Repetição de informações relevantes quantas vezes forem necessárias;
  • Utilização da entonação de voz apropriada para enfatizar conteúdos;
  • Redução das tarefas de cópias;
  • Orientação individualizada nos estudos;
  • Valorização no empenho do aluno por meio do reforço positivo;
  • Investigação e avaliação do conhecimento prévio do aluno antes de apresentar novos tópicos;
  • Orientação para que o estudante desenvolva um dicionário de imagens que possa servir como um banco de palavras.

 

De que forma a família pode participar deste processo?

É fundamental que os responsáveis sintam-se preparados para estimular a criança nesse processo. Para que esse trabalho aconteça de forma eficaz, a escola e a família devem estar alinhadas, existindo uma relação de confiança e parceria nas intervenções e procedimentos adotados. 

A criança necessita de uma condução diferenciada no ambiente doméstico, com a finalidade de estimulá-la pedagogicamente:

  • Peça para que ela leia em voz alta e ajude-a em caso de necessidade;
  • Proporcione livros acessíveis para o nível de compreensão dela;
  • Disponibilize jogos e aplicativos específicos para o trabalho da escrita e da leitura;
  • Encoraje a criança constantemente, com o foco no esforço e não no resultado;
  • Seja paciente e tolerante, respeitando o ritmo de seu filho;
  • Descubra os interesses dele para motivar a leitura.

 

Colégio para alunos com dislexia

O Colégio Winnicott está preparado para dar todo o suporte necessário para os alunos com dificuldades de aprendizagem decorrentes de questões específicas do neurodesenvolvimento, buscando a ampliação de potencial de cada aluno para a formação acadêmica e emocional e potencializando as relações sociais.

Entre em contato!

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top